Encontro debate futuras ações do Programa ‘Detran.RJ Mulher’

0

Nesta terça-feira (24/08), um encontro entre o Detran.RJ e outros órgãos do governo que apoiam o programa ‘Detran.RJ Mulher’ discutiu as futuras ações para a continuidade do projeto em todo o estado. A reunião aconteceu no edifício-sede do departamento e contou com a presença do presidente do órgão, Adolfo Konder, da secretária de Estado de Vitimados, Pricilla Azevedo, da subsecretária de Políticas para as Mulheres, Glória Heloiza, da assessora-chefe de gestão e modernização do Detran, Juliana Costa, e da advogada Sylvia Drummond, especialista na Lei Maria da Penha.

Neste primeiro momento, foram discutidas medidas de enfrentamento à violência contra a mulher, aproveitando a campanha ‘Agosto Lilás’, além de outras ações internas e externas que estão sendo elaboradas pela Assessoria de Gestão e Modernização (Agem) para o público interno do departamento.

Palestras, workshops, cursos, dinâmicas em grupo e apoio psicológico são algumas das atividades que estão sendo propostas para as funcionárias e colaboradoras do Detran.RJ.

  • Quando elaboramos o projeto, pensamos em políticas públicas para contribuir com nossas funcionárias, mas também com a sociedade, em geral. Amanhã podemos não estar à frente do órgão, mas esse legado vai ficar. O Detran deve prestar serviços de qualidade, mas também não podemos fechar os olhos para este problema grave e desafiador que é a violência contra a mulher – explicou Adolfo Konder.

Dados recentes, divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), mostram que, durante o isolamento, entre 13 de março de e 31 de dezembro de 2020, 250 mulheres foram agredidas, diariamente, no Estado do Rio de Janeiro. Números alarmantes que só reiteram iniciativas como o Detran.RJ Mulher, oficializado no Diário Oficial, no dia 26 de julho, por uma portaria.

  • Um departamento público do tamanho do Detran não poderia deixar de abraçar essa causa. Vamos desenvolver novas ações e disseminar as políticas que já existem no estado. Contamos com o apoio de diversas secretarias para trabalhos conjuntos. Nossa Ouvidoria, por exemplo, passará a ter um canal só para o atendimento a mulher – afirma Juliana Costa, assessora-chefe de Modernização do Detran e idealizadora do novo projeto.

Durante o debate, a secretária de Estado de Vitimados, Pricilla Azevedo, que também é tenente-coronel da Polícia Militar, relatou já ter sido vítima de violência, onde foi agredida por sete homens durante um sequestro e chamou atenção para a importância do projeto.

  • A vítima precisa ser cuidada e ter assistência. Tenho certeza de que vamos fortalecer as parcerias para que a gente consiga atingir todo o estado com políticas públicas de qualidade – reforçou.

A subsecretária de Políticas para as Mulheres, Glória Heloiza, falou da importância do trabalho em equipe:

  • Quanto mais parcerias, melhor para o enfrentamento à violência contra a mulher. Temos que ter consciência de que em briga de marido e mulher, o estado mete a colher e salva a mulher! Fonte: Imprensa.rj.gov.br

Campartilhe.

Comentários desativados.